/O PASSADO E O PRESENTE DE BRUMADINHO

O PASSADO E O PRESENTE DE BRUMADINHO

Os primeiros anos do desenvolvimento de Brumadinho, após a inauguração da Estação ferroviária local, foram de um acelerado progresso. Com apenas dois anos após a sua fundação, no dia 16 de julho de 1919, a cidade recebeu o sistema de abastecimento de energia elétrica com a instalação da primeira usina hidrelétrica da região. O responsável por tal feito foi o Dr. Alberto Belford, que também construiu a primeira e tão conhecida estrada de automóvel, ligando Brumadinho a Bon m, consequentemente, chegando também aos outros municípios próximos. O engenheiro da Estrada de Ferro Central do Brasil também foi responsável pela criação de di- versas estradas que conectam os distritos de Brumadinho.

Outro que contribuiu fortemente para o desenvolvimento de Brumadinho, foi o Sr. João Fernandes do Carmo, conhecido como Jota, que era proprietário de várias terras na região central de Brumadinho, e doou diversas delas para serem feitas as principais ruas além de outras muitas construções públicas, sendo a mais importante delas, a edificação do hospital da cidade, que recebeu o seu nome. Posterior- mente, o fazendeiro foi prefeito de 1951 a 1955. Hoje há uma exposição em sua homenagem com sua biografia, na Estação de Brumadinho e é aberta a todo público.

Nosso primeiro prefeito, Mário Albergaria dos Santos deu nome as principais ruas da cidade e construiu escolas na maioria dos distritos da cidade, tendo tais trabalhos recebido continuidade pelos prefeitos que vieram após ele. Estes foram, felizmente, alguns dos homens de larga visão, preocupados com os aspectos fundamentais do desenvolvimento de nossa cidade, que nem sempre encontraram situações favoráveis para suas realizações e que são fundamentais na história de Brumadinho.

Hoje, no momento mais difícil da história da nossa cidade, precisa- mos, assim como esses homens, lutar com unhas e dentes por ela. Que não cessemos de ajudar as famílias que seguem necessitadas, não só materialmente, mas também mentalmente com amor e afeto, essas pessoas precisam de você. Que não deixemos de reivindicar o que é nosso por direito, não podemos calar a nossa voz e não podemos deixar que Brumadinho caia no esquecimento. Precisamos apoiar o ecoturismo, que revela quão maravilhoso nosso município é, e quem discorda disso não conhece Brumadinho. Por m, não menos importante, devemos valorizar o comércio local, quem foi que disse que precisamos sair de Brumadinho para comprar tudo?

O futuro de Brumadinho está nas nossas mãos. Que Deus nos abençoe.